sábado, 11 de dezembro de 2010

Mãe, dona-de-casa, do lar, mãe de tempo integral

Eu não sei se todas vocês já prestaram atenção quando alguma autoridade da Igreja se refere ao fato de que a esposa ficou ou fica em casa com os filhos. Eles se referem à oportunidade privilégio, à benção que é ser uma mãe de tempo integral.

Atualmente moro nos EUA e nosso visto não permite com que eu trabalhe fora de casa. No entanto, antes de termos a oportunidade de virmos para cá eu e meu esposo já tínhamos decidido que quando fôssemos ter filhos eu pararia de trabalhar e ficaria em casa com eles.

Morando aqui aprendi vendo as muitas mães que ficam em casa com os filhos, da grande benção e privilégio que é para toda a família. Infelizmente vejo que no Brasil e também aqui em alguns lugares há um certo preconceito com as mães que tomam essa decisão, muitas vezes até por parte da família.

Vou escrever aqui alguns do benefícios que vejo para minha família de ser uma mãe que fica em casa com os filhos.

Ser mãe e esposa é o meu trabalho de tempo integral e toda minha família se beneficia com isso. Minha filha se beneficia por que passamos todo tempo juntas. Posso ensiná-la a brincar, palavras, a fazer oração. Se estivermos afim fazemos um pote de pipoca e ficamos vendo os vídeos dela. Ultimamente ela tem gostado mais de comer o sal ao invés da pipoca, mas tudo bem.

Quando "der na telha" podemos sair para ir ao parque, ou brincar na neve. Posso ler com ela, ensinar as cores, e formas, a contar, desenhar e colorir. Posso enchê-la de beijos e mordidas a qualquer momento.

Minha filha raramente fica doente e quando fica posso cuidar dela 24/7 sem precisar tirar folga no trabalho para fazê-lo. Não temos que nos arrumar correndo de manhã e sair às pressas. Nosso mundo é calmo e pacífico, tudo acontece no nosso tempo. Posso ver o desenvolvimento dela de pertinho e não perder nenhum momento importante e tirar muitas fotos o tempo todo.

Porque sou uma dona de casa posso fazer todas as refeições para minha família. Economizamos dinheiro por não ter que comer fora de casa toda hora, a não ser quando realmente queremos fazer algo diferente. Mantenho uma lista de compras atualizada não tendo que gastar com coisas que não necessitamos. Faço lanches para meu marido levar para o trabalho e compartilhar com os colegas como bolos, biscoitos, etc. Não vejo a hora de preparar as "merendas" para os meus pequenos levarem para o colégio.

Porque sou mãe de tempo integral, consigo na maioria das vezes manter minha casa em ordem. Estou ensinando minha filha a ajudar em casa, guardar os brinquedos, ela adora me ajudar a arrumar a cama, ligar o botão do aspirador, pegar a pá de juntar lixo, "organizar" a geladeira. Consigo fazer isso porque faço um pouco de cada vez, sem deixar a bagunça e a sujeira acumularem e ter que fazer tudo de uma vez só. Eu não consigo fazer nada se a casa está fora de ordem.

Não vou mentir, ser mãe de tempo integral muitas vezes é frustante e cansativo. Mas vale a pena cada minuto. Sou muito grata por essa oportunidade de ser mãe de tempo integral e incentivo todas a serem se as condições permitirem. Tenho certeza de que é uma benção e um privilégio. Como diria o comercial do McDonalds: AMO MUITO TUDO ISSO!

7 comentários:

Rafaela disse...

concordo mana, e sou mto grata por todas as coisas q aprendo contgo!
te amo

Nancy disse...

concordo em gênero, número e grau. Ser mãe cansa e ainda mais de gêmeos, como eu. MAs vale cada segundo, minuto, dia, mês...nesse trabalho que o pai Celestial concedeu apenas às mulheres

Ana Maravilhosa disse...

Sou suuuuuuuuuuper grata por ter esse privilégio de ser mãe 24 horas por dia... mesmo que para algumas pessoas , principalmente da família (que pena...)não passamos de uma folgada que não ajuda financeiramente o marido... nem ligo!
O Senhor conhece meu coração!!!!!
SUUUUUUUUUUPER concordo com você em TUDO!!!
Beijinhos,
Ana Maravilhosa

Simone disse...

que delícia!

Letícia Lopes disse...

Ahh Que Lindoo Seu Blog!
é realmente maravilhoso! Não sou mãe SUD! ainda sou Moça SUD! mais é tão lindo! Já sou seguidora!
Eu tenho um blog também.. mocassud1.blogspot.com
se quiser da uma olhadinha lá!
beijinhos querida! :)

Letícia C. Lopes

Janaina Michelle disse...

Também sou muito grata por acompanhar a crescimento da minha filha de pertinho,e como diria o comercial da MasterCard - NÃO TEM PREÇO ! :)

Rute Fernandes disse...

É bem verdade tudo o que falas no teu blog , infelizmente as pessoas tem muito preconceito com as mulheres que ficam em casa e é uma pena...aqui em Portugal então nem se fala...enfim não se pode ser diferente...mas eu sei que estou a fazer a coisa certa e isso é mais importante que as opiniões dos outros!!Beijos e continue como seu blog que é muito bom.